distanásia

Houve um dia que um homem
um homem conheceu uma mulher.
Era ele epopeia, ela verso-livre. 
Ela, trilha
Ele,
escadaria.
Houve um dia que um homem
um homem amou uma mulher
Era ela sonhos, - e ele vida.
Ela, samba.
Ele,
erudita.
Houve um dia e então,
já não era mais dia.
Era ela morte,
e ele, e ele...
obstinação obrigatória
pela vida.
O brilho de meus olhos já não eram meus
- refletiam-se nos teus.
E quando apagaram-se os seus
- era eu noite,
noite e dia.