Sabiá - laranjeira

Falei de amor
com um sabiá-laranjeira
que no pé de uma árvore
cantava.

E seu canto
me lembrou de outro canto
de um outro encontro
onde me apaixonava.

Meu sabiá
não faças assim
não judie de um coração
que não cabe mais em mim.

Foi quando ele me confidenciou:
menina miúda
só não sofre nessa vida
quem cantarolar assim.