Gene Y

- Cara, tem que ser muito idiota pra não entender mulher. - Quase, colega. Tem que ser muito HOMEM pra não entender mulher. Chego à (in)feliz conclusão de que vivemos em universos paralelos, tragicamente. Perderia tempo contando quantas galáxias separam a mente feminina da masculina, mas serei franca em dizer que os invejo. Claro, como não? Vocês homens são seres (in)dignos de muitas coisas... Inclusive nós, mulheres.
Sabe-se lá por que Deus decidiu que a vocês caberia uma uretra (consideravelmente) mais longa que a nossa, e graças a isso, ter a vantagem de fazer xixi em pé. O que, confesso eu, seria muito agradável e bem-vindo nos banheiros públicos de hoje em dia. Todo esse desgaste de cobrir a privada com papel higiênico... E ainda ter que treinar o agachamento, haja coxa! Só mesmo Ivete Sangalo. Não citarei menstruação,gravidez nem depilação pra conversa não ficar muito injusta, além do mais hoje em dia tem muito homem mais depilado que mulher. Tempos modernos.
Mas devo dizer que pára aí qualquer admiração (não seria bem esse o termo... mas a palavra certa me escapa agora) perante essa figura masculinizada (e desejada, claro).
Se tivesse tempo (e paciência) passaria algum tempo estudando a mente masculina. Tentando entender dialetos (quem já topou grupos de garotos de 16 a 24 anos sabe do que estou falando véi), essa mania de gostar de se pegar (que masculinizadamente chamam de 'briga'), e principalmente: o que um homem pensa na nossa frente. Mas desisti da ideia depois que descobri que a natureza não foi beneficente à raça masculina. Pois é. Quem tiver curiosidade, pouca que seja, dá uma olhadinha rápida na quantidade de informação genéticas que uma mulher carrega e a compare com a de um homem. Somos obrigadas a desativar parte dos nossos próprios cromossomos tamanha a discrepância. Perante isso, homens, vocês são quase (eu disse quase) absolvidos de toda culpa.
Voltando no assunto, alguém ai sabe o que um homem pensa na frente de uma mulher?
Sexo. Sim, é isso. Só pode ser isso. Acho que como naqueles desenhos animados, assumimos a forma de um filé (porque o cara com certeza se considera um cachorrão). Um filé. Suculento, gordo e pronto para ser degustado. É a única explicação.

Ele chega manso, te chama de linda, elogia seu rosto olhando no seu peito, fala do seu cabelo ainda olhando pros seus peitos, te chama de linda, dá uma risada cínica (com certeza na cabeça passa: "como eu sou cachorrão") e continua com intermináveis elogios tentando te enrolar, ainda olhando pros seus peitos, claro. Paciência...

Esse negócio de que mulher é complicada já tá passado. Uma dica para vocês homens: nós mulheres somos todas iguais. Sim, admito. Gostamos de elogios sinceros, de uma companhia acolhedora e ter a certeza que o telefone vai chamar no outro dia. Há ainda aquelas que se prendem aos caras que não ligam - essas com certeza não amadureceram o suficiente para amarem a si mesmo primeiro.
Agora, depois disso, na boa? Só sendo muito idiota pra não entender mulher...